Dançarina

Dançarina

Dança Clássica - George Balanchine


Giorgi Melitonovich Balanchivadze, (1904- 1983) coreógrafo, bailarino, mestre de ballet, nascido na Rússia, estudou composição e piano influenciado por seu pai músico. Se formou bailarino na Escola Imperial em 1921, estreando como coreógrafo em 1923, no ano seguinte foi convidado por Diaghilev para fazer parte do Ballets Russes, onde criou importantes coreografias como: La Pastorale, Jack in the Box e Triumph of Neptune.

Nos Estados Unidos, Balanchine a partir de estilos do balé clássico francês, italiano e russo desenvolve uma dança nova, colaborando em seu processo com Igor Stravinsky, no ano de 1934 funda a School of American Balletem Nova Iorque e alguns anos depois, em 1948, cria o New York City Ballet, companhia em que atuou como mestre de balé e principal coreógrafo. Em 1964, Balanchine leva a sua Companhia para o New York State Theater, no Lincoln Center, teatro  especialmente construído para ele e seus bailarinos, onde trabalhou até a sua morte, em 1983, causada pela doença de Creutzfeldt-Jakob (DCJ), uma desordem cerebral degenerativa rara e fatal.

Ao longo de sua história, George Balanchine foi reconhecido como o coreógrafo responsável pela fusão de conceitos modernos com os tradicionais do balé clássico, considerado influenciador de mestres da dança como, Alvin Ailey, William Forsithe, Merce Cunningham, entre outros. Realizou mais de 400 trabalhos, dentre eles, Serenade (1934), The Nutcracker (1954), seu último balé foi criado em 1982, Variations for Orchestra, ainda  produziu coreografias para filmes, óperas e musicais.


"Dança é a necessidade que temos de exprimir o que sentimos ao escutar música." 
George Balanchine


Fontes:
https://pt.wikipedia.org/wiki/George_Balanchine
https://www.britannica.com/biography/George-Balanchine
http://balanchine.com/george-balanchine/